Quais as principais causas de incêndio.

Um incêndio pode começar por inúmeros motivos e é muito importante saber a sua origem seja para fins legais, estatísticos ou prevencionistas.

É importante saber que as causas podem ser basicamente classificadas em dois tipos:
Causas naturais: O incêndio é originado por fenômenos da natureza, os quais agem por si só, totalmente independentes da vontade humana.
Causas artificiais: É o incêndio que ocorre pela ação humana, ou pela negligência de medidas de precaução, ainda podem ser acidentais ou propositais.

PRINCIPAIS CAUSAS DE INCÊNDIOS

1. ELETRICIDADE
Excesso de carga: Utilização de conexões indevidas para alimentar vários aparelhos elétricos, causando superaquecimento do sistema que não foi calculado para suportar tais cargas. Curto circuitos em instalações defeituosas, mau contato, causado por conexões imperfeitas com produção de centelhas ou superaquecimento. Ainda podem ser causadas por fusíveis e disjuntores sejam por sua ausência ou o seu dimensionamento incorreto, ou ainda por superaquecimento no excesso em funcionamento de aparalheos, que atingindo materiais de fácil combustão, provocam incêndio.

2. CHAMA EXPOSTA
Trata-se do contato da chama com algum material, provocando aquecimento capaz de gaseificar o combustível e iniciar a combustão. Como por exemplo, pontas de cigarro, velas, palitos de fósforos acesos, balões, fogos de artifícios entre outros.

3. CENTELHA OU FAÍSCA
Partícula que salta de uma substância candente ou em atrito com outro corpo; fenômeno luminoso que acompanha uma descarga elétrica.

4. ATRITO
Transformação de energia mecânica em calor, por meio de fricção de materiais. Ocorre em mancais, rolamentos, esteiras, polias e muitos outros equipamentos, desde que não estejam suficientemente lubrificados.

5. COMBUSTÃO ESPONTÂNEA
Fibras de juta, resíduos de algodão, feno, carvão, panos ou estopas impregnados de óleo, pólvora e certos produtos químicos estão sujeitos a inflamar-se sem o contato de uma fonte externa de calor.

6. VASILHAMES DE LÍQUIDOS INFLAMÁVEIS ABERTOS OU MAL FECHADOS
Vapores desprendidos podem se espalhar por uma grande área até atingir uma fonte de ignição, causando explosão e/ou incêndio.

7. GÁS DE COZINHA
Acidentes, normalmente causados por vazamentos em instalações irregulares ou defeituosas, ou ainda por reparos feitos por pessoal não especializado ou falta de manutenção.

8. CONVERGÊNCIA LUMINOSA
A luz e o calor solar incidente, em uma lente convergente, concentra-se em um só ponto, podendo causar incêndios.
Incêndios em florestas e campos, por exemplo, podem ter origem em casos de vidro lançados, que funcionam como lentes convergentes ao sofrer ação da luz solar, que convergida em um ponto de algum material que pode vir a iniciar um incêndio.

Estes são os fatores mais comuns, mas podem existir outros tantos fatores que levam ao início de um incêndio, por isso dá importância de normas e boas práticas para evitar situações que podem se transformar em grandes tragédias.

INSCREVA-SE

ASSINE
NOSSA
NEWSLETTER

Siga a Cfsistemas